sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Consciência? Ou Respeito!
Por Robson Caetano
Meu respeito a todas as negras e e negros deste país e do mundo, por isso eu amo a gente de cor, a gente negra, a gente que faz e não tem reconhecimento, e principalmente aos que nos abriram as portas nos séculos passados!!

A minha consciência me diz que devo respeito a nomes como Francisco Carregal, o primeiro negro no esporte deste país, um jogador de futebol do Bsngu Atlético Clube,, abrindo a porta para um novo universo para os negros deste país.

 A  José Teles Da Conceição primeira medalha olímpica do atletismo em 1952 na cidade de Heldinki na Finlândia, o atleta saltou 1 metrô e 90 centímetros conquistando bronze.

A Adhemar Ferreira Da Silva bi-campeao olímpico do salto triplo Helsinki 1952 e Melburn 1956, criador da volta olímpica e adido cultural na Nigéria, compositor, ator, pintor e porque não um dos maiores representantes do marketing esportivo deste país.

Ao carismático João Carlos De Oliveira medalhista olímpico e que durante anos ostentou o recorde mundial do salto triplo com 17 metros e 89 centímetros aliás prova de Adhemar, e que também produziu outro gigante.

O que dizer de Nelson Prudencio..., calma deixa eu refazer, Dr Nelson Peudencio que conquistou 2 medalhas olímpicas e de quebra protagonizou contra um soviético um dos maiores duelos da prova na Cidade do México com mudanças constantes de liderança e um recorde mundial que, foi mudando de mais até o último salto, Dr pois ele proceguit na vida acadêmica os ideais que seriam importantes em sua vida como professor.

Que tal mudarmos de ares e mencionar Luiz Gama, que foi o primeiro advogado negro que por não poder cursar direito, por direito, fez como ouvinte todo curso e munido dos conhecimentos adiquiridos advogou, aconselhou, orientou e libertou uma Ligiao de negros deste país e que teve seu reconhecimento apenas em 2015, ele que viveu entre 1835 e 1882, poxa levou tempo esse reconhecimento !

Eu poderia ficar aqui sitdndo incentires, médicos, poetas, escritores, professores, cientistas etc..., que por conta da coragem daqueles que passaram e de forma inocente romperam com padrões estabelecidos, nos dão a chance hoje de sermos muito mais negros orgulhosos de um povo que junto com brancos, amarelos, pardos fazem um país melhor, mas que ainda sim precisa respeitar mais no negro deste Brasil!

Como pudemos perceber tudo que temos foi conquistado com resultados e pensamentos positivos e neste mês de novembro fica o registro do meu agradecimento a todos nós negros de pujança deste país, do mais humilde limpador de latrina ao mais importante que já foi presidente da nação importante do mundo.

Faço esse agradecimento não por ser mês da convciencia, e sim pelo fato de respeitar a história de uma raça influente sim, importante sim, possível sim, grande inventores sim, influenciadores sim, mas que encontram dificuldades impostas por uma minoria ao seu lugar de fato nesta sociedade capitalista que amassa e dificulta a vida dos que vivem à margem, que são a maioria.
www.robsoncaetanodasilva.com.br
#robsoncaetanomedalhistaolimpico
#robsoncaetanooalestranteolimouco
#écoisadepreto

2 comentários:

  1. Boa noite!
    Como sempre, você falou a verdade e falou muito bem!
    Negro é lindo, é luta!
    Respeito imenso à nossas origens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigado pelo feliz comentário Rosangela !!

      Excluir